Manaus, 01 de Dezembro de 2021
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490
Ouça a Rádio Agência Amazonas

Amazonas foi estado que mais evoluiu na oferta de serviços digitais no último ano, aponta estudo da Abep-TIC

O Amazonas foi o estado que mais avançou segundo dados do Índice Abep-TIC de “Oferta de Serviços Públicos Digitais dos Governos Estaduais e Distrital”. Em relação a 2020, o estado subiu mais de 28 pontos, uma evidência dos esforços do governador Wilson Lima para promover a transformação digital na região. O índice foi desenvolvido em âmbito nacional pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC), com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A cerimônia de entrega do certificado de reconhecimento pelo avanço na oferta de serviços digitais ocorreu na noite da quinta-feira (12/08), em Brasília (DF). Lincoln Nunes, diretor-presidente da Processamento de Dados Amazonas S.A. (Prodam), órgão de tecnologia do governo estadual, representou o governador Wilson Lima na ocasião.

Segundo Lincoln Nunes, os maiores avanços foram percebidos nas dimensões sobre a oferta dos serviços digitais. “Saltamos da 25ª para a 11ª posição nessa categoria. Isso significa que está cada vez mais fácil o cidadão acessar de maneira on-line serviços públicos no Amazonas”, explicou.

Lincoln ressalta que a oferta de serviços como Detran Digital, as matrículas de estudantes das escolas da rede pública de ensino e o serviço Bom Condutor – oferecido pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM) – são exemplos de serviços digitais já consolidados no estado.

“Hoje pais ou responsáveis podem fazer a matrículas dos seus filhos pela tela do celular, em questão de minutos. Este é um exemplo de oferta de serviço público de qualidade, com menos gasto de tempo e dinheiro e que melhora significativamente a vida do cidadão”, frisou o diretor-presidente da Prodam.

Conectividade – Um dos principais motivos do avanço do Amazonas na oferta de serviços digitais foi a retomada do programa Amazônia Conectada, projeto interministerial do Governo Federal, realizado em parceria com o Governo do Amazonas e que está implantando fibra óptica nos leitos dos rios da Amazônia, além de trechos terrestres, para interligar cidades e comunidades, e estabelecer canais de transmissão de dados de alta velocidade, seguros e confiáveis.

De acordo com Lincoln Nunes, o Amazônia Conectada e o projeto do Gasoduto Coari-Manaus são os principais projetos de conectividade do Governo do Amazonas. Juntos, eles já conectam os municípios de Novo Airão, Barcelos, Iranduba, Manacapuru, Caapiranga, Anori, Codajás, Coari e Tefé.

Ao todo, estão conectados seis hospitais, que usufruem de serviços de telemedicina, inclusive com as consultas feitas com médicos do Hospital Albert Einstein, de São Paulo (SP); e 10 instituições de Ensino Fundamental, Médio e Técnico.

“Nossa expectativa é que até o final de setembro, também estejam conectados Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira, e quanto mais municípios estiverem conectados, maior e de mais qualidade será a oferta de serviços digitais à população”, concluiu Lincoln.

Sobre o estudo – Por meio da análise do trabalho desenvolvido pelos governos estaduais entre janeiro de 2020 e abril de 2021, a nova edição do índice de oferta de serviços públicos digitais levanta questões referentes à maturidade digital do Brasil.

Para a análise, o estudo determinou a pontuação entre 0 e 100, dividida em três dimensões: Capacidades para a Oferta Digital de Serviços e a Oferta de Serviços Digitais, que juntas correspondem a 90% da nota; e Regulamentação sobre Modernização para Oferta de Serviços Públicos, correspondendo aos 10% restantes.

Os resultados detalhados do Índice Abep-TIC de “Oferta de Serviços Públicos Digitais dos Governos Estaduais e Distrital” podem ser conferidos na íntegra pelo link https://www.jornaldaabep.com.br/indice-de-oferta-de-servicos-2021.

Para ver os resultados resumidos deste ano e do ano passado, é só acessar o endereço https://www.jornaldaabep.com.br/indice-de-oferta-de-servicos.

//