Manaus, 07 de Março de 2021
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Seduc e Semed divulgam calendário de matrículas para o Ano Letivo de 2021

Vagas serão reservadas no site e confirmação presencial será somente no início das aulas

 

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto e a Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus) divulgaram, nesta sexta-feira (08/01), o calendário de matrículas para os alunos da rede pública no Ano Letivo de 2021. Neste ano, devido à pandemia da Covid-19, o procedimento será feito totalmente on-line, sem necessidade de confirmação nas escolas, neste período. O calendário destaca as datas de matrículas para novos alunos e transferências. 

 

Neste ano, a rede estadual espera atender cerca de 589 mil estudantes, entre alunos em continuidade de ensino e novos alunos em 599 unidades escolares. Para novos alunos, estão sendo ofertadas 168 mil vagas. Já a rede municipal deve atender cerca de 263 mil crianças, com a abertura de 46 mil vagas para novos estudantes.  

 

O procedimento de rematrícula já foi feito pelas escolas de maneira automática no período de 28 de dezembro a 7 de janeiro. Todos os estudantes que estavam matriculados no ano letivo de 2020 têm vaga garantida nas escolas em que estavam, sem necessidade da presença de pais e responsáveis nas unidades de ensino. 

 

De 22 a 25 de janeiro, acontece o período de transferência, quando os interessados podem solicitar pelo site www.matriculas.am.gov.br a mudança de unidade de ensino. As escolas estão orientadas a aceitar o pedido, caso haja vagas, e confirmar a matrícula. O segundo momento, que é o da apresentação de documentos de maneira presencial, ocorrerá somente no início das aulas, que ainda não tem data definida.

 

O período de solicitação de transferência para alunos com deficiência será nos dias 20 e 21 de janeiro.  Do mesmo modo, os pais e responsáveis não precisam ir até as escolas neste período. 

 

Os estudantes que perderem os prazos poderão realizar qualquer um dos procedimentos no dia 2 de fevereiro, estando sujeito à disponibilidade de vagas na unidade escolhida. O procedimento também será feito pela internet.

 

Reordenamento – Os responsáveis pelos alunos que já são da rede pública e serão reordenados, ou seja, que estudarão em outra unidade de ensino porque a atual não possui a série que cursarão em 2021, também não precisam se preocupar em apresentar documentação agora. Todos os documentos serão aceitos na primeira semana de aula. 

 

O procedimento também foi realizado de maneira automática pela secretaria. Os alunos foram aceitos nas escolas de destino e, caso os pais queiram solicitar a mudança de escola, isso poderá ser feito no período de transferência comum. 

 

Novos alunos – O período de matrículas para novos alunos da rede pública de ensino municipal e estadual será de 29 de janeiro a 1º de fevereiro. O procedimento poderá ser realizado via internet, por meio do site www.matriculas.am.gov.br

 

Novos alunos com deficiência poderão realizar a reserva de vaga antecipadamente, nos dias 26 e 27 de janeiro, também via web. Os documentos para a matrícula serão apresentados no início das aulas.

 

O secretário de Educação, Luis Fabian Barbosa, ressaltou que ainda não há data para início das aulas na rede estadual, porém o ano letivo já está organizado. “O calendário no Ano Letivo já iniciou e tudo será feito on-line, sem a necessidade de comparecimento às escolas. É importante que os pais e responsáveis estejam atentos para não perder os prazos e tudo corra de maneira tranquila. A data de início das aulas será informada tão logo seja definida”, diz.

 

A coordenadora de matrículas da Secretaria de Estado de Educação, Irlanda Araújo, ressalta que as escolas da rede estadual não estarão realizando atendimento presencial, para garantir segurança aos pais, às crianças e aos servidores. A exceção será a oferta de atendimento presencial nas coordenadorias da capital e do interior para aqueles que por algum motivo não tenham documentação. As coordenadorias estarão cumprindo os protocolos estabelecidos.

 

“Nesse momento, é mais importante que os pais garantam as vagas dos seus filhos, é ficar atento aos prazos estabelecidos no calendário. Posteriormente, quando a Seduc apresentar o calendário escolar, eles serão orientados a levar, presencialmente, a documentação para compor o processo físico do aluno, obedecendo a exigência que o Ministério da Educação faz”, esclarece a coordenadora.

 

A gerente de Matrícula da Semed, Darlene Liberato, reforçou a importância dos pais ou responsáveis realizarem todo o procedimento da matrícula pelo site e evitarem a aglomeração nas portas das escolas.

 

“Muitas vezes, o pai que vai para porta da escola perde a vaga para aquele que está em casa acessando o site. O diretor precisa confirmar a vaga que foi solicitada via sistema. Dessa forma, não precisa que o pai saia de casa e, caso depois ele queira trocar o aluno de escola, isso pode ser feito quando iniciarem as aulas presenciais. Mas, neste momento, é importante garantir a vaga da criança e evitar ficar saindo de casa sem necessidade”, informou Darlene.

 

Atualizações – De acordo com a empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), uma série de melhorias no sistema de matrículas foi realizada de forma a garantir a disponibilidade da aplicação. Entre as novidades da versão 2021 do sistema de matrículas está a obrigatoriedade de se fornecer um e-mail válido na hora de realizar o cadastro do responsável.

 

“Fizemos algumas alterações no sistema do próprio site para garantir que as pessoas tivessem mais acesso às informações, mais detalhes na hora de colocar os alunos no sistema. Nós melhoramos algumas funcionalidades, e esses detalhes foram explicados na live, para garantir que a pessoa consiga fazer o processo on-line”, conta o diretor técnico da unidade, Heleno Ferreira. 

 

O site matriculas.am.gov.br é totalmente responsivo e pode ser acessado por computadores e dispositivos móveis como tablets e smartphones. Nele, responsáveis e alunos encontram informações importantes como o calendário de matrículas, a relação das escolas, inclusive com a localização geográfica de cada uma delas, os documentos necessários para realizar a matrícula, além de uma área de perguntas e respostas com as principais dúvidas sobre o processo.  

 

Para os alunos que vão ingressar na rede pública, a orientação é que já acessem o site e realizem o cadastro dos alunos e responsáveis.  

 

Cadastro – Para os alunos novatos na rede pública de ensino, a primeira etapa para solicitar a matrícula é o cadastro on-line dos responsáveis, que já pode ser feito no site. Basta inserir o nome, e-mail e CPF do responsável. O sistema enviará um código para a caixa de entrada do e-mail informado, e esse código deve ser inserido na tela de cadastro inicial. Só depois dessa etapa será possível dar seguimento ao cadastro do responsável e do aluno.

 

Tempo integral e escolas militares – As vagas para as unidades de ensino de tempo integral e escolas militares estarão disponíveis no site, conforme o calendário de matrículas. Todos os que tiverem interesse estarão sujeitos à disponibilidade das vagas no site. Não serão trabalhados editais de maneira separada, e as vagas ficarão disponíveis para o público em geral.

 

FOTOS: Eliton Santos/Semed

 

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Educação e Desporto: imprensa@seduc.net.

//