Manaus, 15 de Setembro de 2019
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Data Center PRODAM

Alta disponibilidade e segurança dos dados

Data Center

Sistemas de informação

Desenvolvimento de soluções em software sob medida

Sistemas de Informação

Serviço de Infraestrutura

Projetos de redes elétricas e lógicas

Serviços de Infraestrutura

Serviços de Rede

Serviços especializados de rede

Serviços de Rede

Assistência Técnica

Suporte e assistência técnica

Assistência Técnica

Com tecnologia da Prodam, Detran-AM dá início à interiorização dos serviços de trânsito

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) realizou, nesta terça-feira (10), a inauguração das novas instalações dos Postos de Atendimento Descentralizados (PADs) nos municípios de Manacapuru e Iranduba. Nos novos postos, a população terá acesso aos serviços de trânsito nos sistemas desenvolvidos pela Prodam.

Em Manacapuru, a unidade do Detran-AM, que já funcionava no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), foi ampliada. A ampliação da estrutura física objetiva otimizar o atendimento oferecido, além de fazer parte da estratégia do governador Wilson Lima de proporcionar um serviço de qualidade aos usuários nos municípios do interior do estado. As mudanças foram implementadas pela atual gestão do Detran-AM, coordenada pelo diretor-presidente, Rodrigo de Sá.

De acordo com Rodrigo de Sá, o modelo inaugurado hoje em Manacapuru é um piloto que deve ser implantado em todos os municípios onde o Detran atua. “Esse é um dia muito importante. Esse projeto é um grande piloto a ser espraiado a todos os outros municípios do interior do Estado. Aqui, nós já oferecemos um atendimento muito mais humanizado e digno e as novas instalações nos permitem trazer novos serviços que antes só eram disponibilizados na sede em Manaus, como o parcelamento de débitos de veículos por cartões de crédito e débito, a captura da imagem digital e a coleta biométrica que permite que o processo da emissão da CNH se dê muito mais rápido”, afirmou o diretor-presidente.

Provas eletrônicas – Com a ampliação das unidades, novas salas de provas digitais foram instaladas. Com elas, os dois municípios passam a realizar provas eletrônicas de legislação, garantindo segurança e agilidade ao processo de emissão de habilitação. No caso de aprovado, o candidato terá reduzido o prazo para emissão do documento e também em casos de reprovação. As informações dos candidatos são captadas por meio de coleta biométrica.

“A partir de hoje, será extinto o uso de provas físicas de papel nos municípios. O processo será todo digitalizado com o resultado sendo emitido na hora, o que faz com que a emissão da CNH seja abreviada para a população. Isso só é possível graças também à parceria com a PRODAM, que nos permite levar tecnologia e segurança para o interior do Estado”, afirma Rodrigo de Sá.

O presidente da PRODAM, João Guilherme, comentou sobre uma série de produtos tecnológicos na área de trânsito para o interior do Amazonas. “A PRODAM completará 50 anos de fundação, ao longo desses anos, ela vem trabalhando em prol do desenvolvimento tecnológico do Amazonas e a prova disso é parceria de muitos anos com o Detran. Temos inclusive alguns projetos em andamento, como a modernização do parque tecnológico da PRODAM para otimizar os serviços que beneficiam os usuários do DETRAN. Além disso, entre os meses de setembro e novembro está prevista a realização da entrega de novos produtos, como o  Controle de Infrações de Trânsito (e-CIT) para os municípios que já estiverem usando o talonário eletrônico, o aplicativo do Denatran e a evolução no módulo de leilão”, disse

As novas instalações situadas nos postos (PACs) das cidades fazem parte de uma parceria com a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). Para a secretária da Sejusc, Caroline da Silva Braz, essas parcerias trazem muita economia para o estado. “Em vez de termos um posto do Detran, um Procon, uma agência da Afeam, cada um pagando aluguel separado, nós estamos concentrando todos os serviços do governo para dentro dos PACs. Isso traz economia com o governo pagando apenas um aluguel e o benefício é visível uma vez que temos em um único local vários serviços”, enfatizou.