Manaus, 25 de Agosto de 2019
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Data Center PRODAM

Alta disponibilidade e segurança dos dados

Data Center

Sistemas de informação

Desenvolvimento de soluções em software sob medida

Sistemas de Informação

Serviço de Infraestrutura

Projetos de redes elétricas e lógicas

Serviços de Infraestrutura

Serviços de Rede

Serviços especializados de rede

Serviços de Rede

Assistência Técnica

Suporte e assistência técnica

Assistência Técnica

Segurança de Dados e Gestão de Riscos na Administração Pública é tema de evento promovido pela Prodam

A Lei Geral de Proteção de Dados (13.709/18), que regulamenta a forma pela qual as organizações passarão a utilizar dados pessoais, foi o tema da palestra de abertura da Semana da Qualidade e Segurança da Informação  (SPQSI). O evento, promovido pela empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), teve início hoje, às 14h, no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas – Cetam e segue com programação até a próxima sexta-feira (14).

Para apresentar aos participantes do evento as noções gerais da lei de proteção de dados e os seus impactos na Administração Pública, a Prodam convidou a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Sancionada em 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrará em vigor em todo o território nacional em 2020 e trará impacto para a maioria das empresas brasileiras que, no exercício de suas atividades, armazenam e tratam dados (digitais ou não) de terceiros. “Em razão da urgência do tema, optamos por começar a SQSI trazendo um assunto que fosse relevante para os gestores e profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI)”, explicou o diretor presidente da Prodam, João Guilherme de Moraes Silva.

Para o agente de inteligência da Abin, quando estiver em rigor, a Lei vai proporcionar maior transparência, proteção e controle de dados. “A partir da implantação da Lei, as empresas públicas ou privadas que realizam o tratamento de dados pessoais serão obrigadas a disponibilizar na Internet, de forma clara e precisa para que, por que e como utilizam os dados pessoais, facilitando não só o controle do cidadão, mas também a fiscalização por parte do poder público”, explicou Sereno.

Ainda como parte das atividades do primeiro dia, Hágata Maia, da empresa Block Bit, proferiu a palestra “Por que é necessário investir em segurança da informação”? Os desafios da Cybersegurança em 2019 e a construção de uma estratégia de Segurança da Informação (SI) pelas organizações públicas foram os temas abordados.

Programação  – A programação da  Semana da Qualidade e Segurança da Informação 2019 segue até o dia 14 de junho (sexta-feira), no auditório da Prodam, localizado na rua Jonathas Pedrosa, n°1937. Estão previstas palestras sobre Política de Segurança da Informação; Cultura DevOps, Segurança em Iot e Indicadores de Gestão da Qualidade.

A programação completa está disponível em www.prodam.am.gov.br/sqsi2019.