Manaus, 20 de Janeiro de 2019
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Data Center PRODAM

Alta disponibilidade e segurança dos dados

Data Center

Sistemas de informação

Desenvolvimento de soluções em software sob medida

Sistemas de Informação

Serviço de Infraestrutura

Projetos de redes elétricas e lógicas

Serviços de Infraestrutura

Serviços de Rede

Serviços especializados de rede

Serviços de Rede

Assistência Técnica

Suporte e assistência técnica

Assistência Técnica

Pela primeira vez, nome indicado pelo governador para a presidência da PRODAM passa pela avaliação do Comitê de Elegibilidade

Em atendimento à Lei 13.303/2016 (Lei das Estatais), pela primeira vez o indicado pelo governador do Amazonas para assumir a presidência da empresa Processamento de Dados Amazonas S.A. (PRODAM) foi submetido e aprovado pelo Comitê de Elegibilidade da Empresa.

Depois de ser aprovado pelo Comitê de Elegibilidade e nomeado pelo Conselho de Administração da PRODAM, João Guilherme tomou posse no novo cargo, hoje (4/1), às 15h, no auditório da empresa. Durante o evento, salientou que vai trabalhar atendendo a determinação do Governador Wilson Lima de realizar uma administração de excelência. “Seguiremos investindo na modernização do nosso parque computacional para oferecer um serviço cada vez melhor ao Amazonas, disse”.

Prata da Casa – João Guilherme de Moraes Silva, de 57 anos, é funcionário da PRODAM há 23 anos, tendo atuado nas áreas de Redes, Incidentes e Telecom. É formado em Processamento de Dados pelo Instituto de Tecnologia da Amazônia (Utam) e em Direito pela Uninorte, pós-graduado em Direito Tributário pela UFAM, Especialista em Computação Forense pela Faculdade Evolução/CE e Mestre em Engenharia Elétrica na Área de Telecomunicações com ênfase em Redes de Computadores pela UFPE. Atualmente está lotado na Gerência de Serviços e Infraestrutura de TIC.

Com 38 anos de experiência na área de tecnologia da informação e comunicação, João Guilherme já atuou como técnico e gestor em órgãos federais, estaduais e municipais, entre os quais Serpro, Fucapi, Prefeitura de Manaus, Tribunal de Justiça do Amazonas, Seplancti, Sefaz e Ifam.

Balanço

O ex-diretor-presidente Fábio Naveca assumiu a presidência da Prodam em outubro de 2017.  Durante sua gestão, Naveca focou na recuperação financeira da empresa. Recuperou R$ 10 milhões que o Estado devia à PRODAM de exercícios anteriores a 2018; conseguiu uma economia de R$ 122.525 mensal com a reestruturação administrativa. Além disso, zerou as dívidas com fornecedores e repactuou contratos deficitários.

Com fôlego financeiro, foi possível retomar as negociações da data-base dos funcionários.  Em 2018, os empregados da PRODAM receberam 8,47% de reajuste salarial, além da concessão de benefícios que estavam suspensos desde 2015.

Na área tecnológica, a principal ação foi a modernização do parque tecnológico.  Em agosto de 2018, iniciou o projeto PRODAM UP, com o objetivo de dotar a Prodam de uma nova infraestrutura de Tecnologia da Informação, chamada de solução hiperconvergente, que permite maior segurança e melhor desempenho a sistemas como o de matrículas usado pela rede pública.