Manaus, 25 de Março de 2019
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Data Center PRODAM

Alta disponibilidade e segurança dos dados

Data Center

Sistemas de informação

Desenvolvimento de soluções em software sob medida

Sistemas de Informação

Serviço de Infraestrutura

Projetos de redes elétricas e lógicas

Serviços de Infraestrutura

Serviços de Rede

Serviços especializados de rede

Serviços de Rede

Assistência Técnica

Suporte e assistência técnica

Assistência Técnica

PRODAM atua nos sistemas de trânsito para viabilizar o emplacamento no modelo Mercosul

A partir desta segunda-feira (10/12), os novos veículos emplacados, ou em processo de primeira transferência de propriedade e primeira mudança de domicilio já estarão circulando com a nova placa modelo do Mercosul. A cerimônia de lançamento foi realizada no Posto de Vistoria do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) onde se deu a instalação da primeira placa Mercosul do Amazonas. O padrão já é usado na Argentina e No Uruguai.

Para que a mudança se concretizasse, a PRODAM precisou realizar uma série de atualizações nos sistemas de trânsito, como explica o diretor presidente da PRODAM, Fábio Naveca. “Neste projeto, obedecemos aos marcos legais e adaptamos os diversos sistemas para fazer a integração com a base de dados do DENATRAN e com os outros órgãos que utilizam as informações das placas de veículos, explicou o diretor presidente da PRODAM, Fábio Naveca.

  Tecnicamente, as mudanças foram viabilizadas pela equipe da Supervisão de Sistemas de Trânsito (SPSTR) da PRODAM. “Foi necessário alterar os fluxos de mais de 1.500 programas dentro dos sistemas de trânsito, tudo para atender à nova formatação da placa no modelo Mercosul, que agora conta com uma letra em substituição ao segundo numeral da placa antiga. Aplicações que utilizam a placa do veículo também sofreram adaptações, como o caso das infrações de trânsito e do talonário eletrônico”, explicou Evelyne Wanderley, chefe  da SPSTR. 

As novas placas

As novas placas terão quatro letras e três números e estão sendo adotadas em diferentes datas em cada Estado. A placa terá uma cor mais clara que a atual, que é cinza, e uma tarja azul na parte superior, onde vem escrito “Brasil”. O novo modelo não conta com a identificação de estado e município e o  último número continua sendo o indicador do mês de pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

De acordo com o diretor presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, isso vai permitir que seja feito apenas um emplacamento em toda a vida do carro. “A troca de placa fica facultativa para veículos já emplacados. O novo modelo será instalado em todos os veículos zero-quilômetro e também nos veículos que precisam atualizar suas placas, como nos casos de mudança de município ou propriedade”, enfatiza o diretor.

Vinicius Diniz afirma que o valor da placa não sofrerá alteração. O valor do par de placas, traseira e dianteira, continuará R$ 221,69. O preço da unidade, confeccionada em separado, continua R$ 155,19. O novo modelo também não utiliza lacre o que deixará o emplacamento cerca de $90 mais barato.

Saiba Mais

O que muda no visual da placa?

 

  • Em vez de 3 letras e 4 números, como é hoje, as novas placas terão 4 letras e 3 números, e poderão estar embaralhados.
  • Nas novas placas a cor do fundo será sempre branca. As cores estarão nas letras e nos números.

 

Que elementos a nova placa possui contra falsificações?

 

  • Marcas d’água com o nome do país e do Mercosul estarão grafadas na diagonal ao longo das placas, com o objetivo de dificultar falsificações.
  • No Brasil, a placa terá uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional (QR-Code) que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação, número serial da placa, bem como dados do veículo e do proprietário. A tira é uma maneira de evitar falsificação.

O valor da placa vai mudar?

  • O valor da placa não sofrerá alteração. O valor do par de placas, traseira e dianteira, continuará R$ 221,69. O preço da unidade, confeccionada em separado, continua R$ 155,19.

É obrigatória a substituição da placa antiga pela nova?

  • No primeiro momento, a obrigatoriedade da substituição da nova placa se aplicará apenas aos novos veículos emplacados, na primeira transferência de propriedade, na primeira mudança de município ou por iniciativa do proprietário interessado em adotar o novo modelo.

 

Com informações da Assessoria de Comunicação do Detran-AM