Manaus, 26 de Fevereiro de 2018
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Aplicativo Matrículas Amazonas lidera em pedidos de reservas de vaga. Confira o balanço

Pelo segundo ano consecutivo, pais e responsáveis de estudantes da rede pública de ensino do Amazonas não precisaram enfrentar filas nas portas das escolas para conseguir uma vaga.

Em 2017, o atendimento pela internet liderou as solicitações de matrículas e possibilitou que mais de 24 mil pessoas fossem tiradas da frente das escolas. Pelo aplicativo Matrículas Amazonas, desenvolvido pela PRODAM e a possibilidade do atendimento online houve uma redução de 40% nos suportes presenciais, em relação a 2016.

A expectativa para 2018 era de crescimento nos atendimentos online (site e aplicativo), o que foi confirmado na última quinta, 18, no fechamento do calendário de matrículas.

Neste ano, durante o período do calendário, 6 a 18 de janeiro, foram realizados mais de 164 mil atendimentos. Destes, foram 93.029 pedidos de matrículas na rede estadual de educação e 71.058 solicitações na rede municipal.

O aplicativo Matrículas Amazonas liderou em números de atendimentos. Foram 67.176 reservas pelo aplicativo que representam 41% do total de atendimentos, um crescimento de 43% em relação aos atendimentos no mesmo período de 2017. Em segundo lugar, pelo site foram realizados 55.434 atendimentos e em terceiro, no ambiente presencial foram registrados 41.487 reservas, representando respectivamente 34% e 25% das reservas.

De acordo com o responsável pelo projeto, Gilson Sena, da Gerência de Projetos da PRODAM, a capacidade de atendimento via site de matrículas foi aumentada em 30% e em 50% para os acessos pelo aplicativo. “O processo em si foi o mesmo do ano passado que já tinha sido um sucesso, e por isso, fizemos apenas melhorias na infraestrutura, esperando uma demanda maior nas primeiras horas de atendimento. Apesar do congestionamento inicial, foram realizadas quase 60 mil reservas de alunos novos somente no primeiro dia. Vale ressaltar, também, a redução de quase 20% dos atendimentos presenciais em relação ao ano passado, ou seja, menos pessoas estão se deslocando de sua casa até uma escola atrás de vaga. Isso demonstra a credibilidade do sistema perante a população e nos leva a um desafio ainda maior para os próximos anos.”

Para o diretor presidente da PRODAM, Fábio Naveca, a empresa está cumprindo sua missão que é gerar soluções em TIC que facilitem a vida do cidadão. “A determinação do governador Amazonino Mendes é não medir esforços em promover serviços com amor à causa pública. A Prodam se orgulha em poder oferecer um serviço que facilite a vida do cidadão amazonense, evitando que filas se formem na frente das escolas para conseguir uma vaga.”