Manaus, 19 de Novembro de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Maratona de programação: “Hackathon PRODAM” ocorre neste fim de semana

diario002A empresa de Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam) realiza neste sábado e domingo (11 e 12), o Hackathon 2017, evento que tem o objetivo de estimular a cultura da inovação e gerar soluções tecnológicas para melhorar o dia a dia da população. A Hackathon, voltado para colaboradores da Prodam, inicia às 8h30 na sede do Centro de Treinamento Samsung Ocean, localizado na Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), na avenida Darcy Vargas.
Com base no tema “Prodam a serviço de todos: integrando governo, cidadão e o setor privado”, os participantes terão 24h para desenvolver uma solução tecnológica que poderá ser, por exemplo, um aplicativo ou uma página da web. Sob formato de competição, o evento deve reunir 39 colaboradores. A meta nesta edição é que, ao final da competição, pelo menos 15 soluções sejam apresentadas.
O Centro de Treinamento Samsung Ocean dará suporte e orientação aos participantes durante o processo criativo. Na abertura, o professor pesquisador do Samsung Ocean, Allan Bezerra, ministrará a palestra “Desafios e oportunidades em Ecossistemas de Aplicações Móveis”. Segundo ele, a proposta é discutir sobre inovação e como o mercado nessa área tem crescido nos últimos anos.
De acordo com o chefe da divisão de inovação da Prodam, Raphael Maquiné, o fato de ter apenas 24h para concluir a criação de uma solução torna a maratona mais competitiva. Raphael explica que os participantes ficarão agrupados em trios. “Neste ano, diferente do que aconteceu em 2016, as equipes poderão ser formadas no momento da inscrição”, disse.
O chefe da divisão de inovação ressalta que o diferencial do evento é reunir pessoas de diferentes setores da empresa para pensar e desenvolver uma solução inovadora que traga benefícios à população.
Uma banca de jurados irá selecionar e reconhecer os melhores projetos. “E os vencedores poderão realizar cursos voltados para a área de T.I., em qualquer lugar do país, custeados pela PRODAM”, revela Raphael Maquiné.