Manaus, 11 de Dezembro de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Encerramento do SECOP foi marcado por debates, entrega de prêmio e o anúncio da sede do evento em 2017

DiárioNo último dia do Seminário Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação para a Gestão Pública (SECOP) ocorreram dois painéis, 15 palestras, reuniões técnicas e a entrega do prêmio Aristóbulo Angelim, conhecido como Desafio Secop.

O primeiro painel desse dia, com o tema “Como promover mudanças na gestão pública”, foi mediado pelo representante da Fabriq Aceleradora, Daniel Goettenauer, e contou com a participação de José Frederico Lyra da Falconi & Vetor Brasil, do presidente do Conselho do Musa, Denis Minev, e do presidente da Prodam, Márcio Lira. Juntos, eles apresentaram inovações que fazem grandes diferenças na gestão pública.

Uma das palestras de destaque, na manhã, foi do representante da C.E.S.A.R, Eduardo Peixoto, com a temática “IoT – Uma estratégia para o Brasil”. Ele falou sobre como está havendo desenvolvimento social e econômico com a internet das coisas, que já movimenta mais de R$ 150 bi e tem gerado grande impacto mundial.

Na programação vespertina, os participantes se revezaram entre três apresentações que ocorreram simultaneamente. O tema “Plataforma de nuvem privada da Prefeitura de Manaus” foi abordado pelo chefe da Divisão de Serviços de Infraestrura e Telecom da Subsecretaria de Tecnologia da Informação (SUBTI/SEMEF), Adonai Nascimento.

A coordenadora do PoP-BA, Claudete Marly Alves, palestrou sobre o “Projeto ReMeSSA: Rede Metropolitana de Salvador”, considerado um exemplo de sucesso na construção, manutenção e evolução de infovia, com participação das três esferas de Governo e liderança da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Os participantes também acompanharam a palestra “O desafio da integração de sistemas de gestão no governo”, conduzida pelo gestor de Segurança da Informação da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (PRODESP), Fábio Neves Fernandes. Para trabalhar questões como benefícios, dificuldades, mudança cultural e retorno sobre investimento com certificações, o especialista utilizou as experiências obtidas na PRODESP.

Um dos destaques do último dia foi a entrega do Prêmio Aristóbulo Angelim ao vencedor do Desafio SECOP 2016. A iniciativa inédita reuniu 25 estudantes da rede pública estadual de ensino, que receberam treinamento em tecnologia e criaram soluções inovadoras para problemas que afetam a população amazonense. A escolha do melhor projeto ocorreu através de votação popular pelo aplicativo do evento.

Os alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Felipe Silva, Lucas Teixeira e Carlos Sousa foram os ganhadores com o projeto “SIPROM”, um sistema criado para incentivar o uso de capacete e acelerar o processo de atendimento em casos de acidente com motociclistas.

A entrega do troféu foi realizada pelo professor, economista, analista de sistemas e assessor da presidência da empresa de Processamento de Dados Amazonas S.A (PRODAM), Aristóbulo Angelim, homenageado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP) com a criação do prêmio.

14956660_1686149485032474_4925912942498699282_nPara fechar a programação, um dos mais requisitados palestrantes do país, Clóvis de Barros Filho, abordou o tema “Inovação e ética”. Formado em jornalismo, doutor e livre-docente pela Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), ele atua no mundo corporativo desde 2005 e já palestrou, além de quase todos os estados do Brasil, em países como Uruguai, França, México, Argentina, Espanha, Portugal e outros.

Conhecido por sua abordagem irreverente, o professor falou sobre como a ética desponta como uma premissa incontestável para que a inovação contribua para um desenvolvimento responsável da sociedade. “A ética busca a melhor convivência. É uma iniciativa coletiva, social, de todos”, destacou.

Após a palestra de encerramento, o presidente da Agência Estadual de Tecnologia da Informação de Pernambuco (ATI-PE), e também vice-presidente de Tecnologia da Associação das Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), Romero Guimarães, fez uma apresentação sobre a sede do SECOP 2017, Porto de Galinhas (PE), e convidou os participantes a prestigiarem a próxima edição do evento.