Manaus, 27 de Abril de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Prodam realiza I Hackathon PRODAM 2016

A empresa de Processamento de Dados Amazonas S.A (PRODAM) realiza, nos dias 5 e 6 de março, de 2016, na sede da empresa, o primeiro Hackathon PRODAM 2016.  O evento tem o objetivo de estimular a cultura da inovação na empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (PRODAM) e gerar soluções tecnológicas que possam contribuir para a melhoria dos serviços públicos oferecidos ao cidadão amazonense.

Para isso, colaboradores da PRODAM estarão reunidos, voluntariamente, durante 24 horas, em uma maratona desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis. A meta do evento é produzir, ao seu final, sete aplicativos para áreas de Trânsito, Saúde e Transparência.

No dia do evento, os participantes serão agrupados em trios. Entre os inscritos estão colaboradores de T.I, desenvolvedores, programadores e também participantes da área administrativa, designer e outros analistas.

Segundo o Chefe de Divisão e Inovação da PRODAM, responsável pelo evento, Raphael Maquiné, a divisão dos trios terá como critério a formação de uma equipe interdisciplinar.

“Pessoas de diferentes setores da empresa estarão reunidas pensando em encontrar uma solução inovadora que possa ser traduzida em um aplicativo mobile que traga benefícios aos cidadãos, nosso cliente final”, declarou Maquiné.

 

Hackathon

A palavra ‘Hackathon’, formada pela combinação dos termos “hack” (programar de forma excepcional) e “marathon” (maratona), significa como o próprio nome sugere uma ‘maratona de programação’. É, portanto, uma competição que reúne programadores, designers e demais profissionais ligados ao desenvolvimento de software.

Um Hackathon pode durar 24 horas ou uma semana. O tempo é um dos fatores que visa tornar a maratona mais competitiva. Essa corrida contra o tempo, incentiva os participantes a buscar de forma rápida a melhor solução para o desafio proposto que pode ser um sistema ou um aplicativo.