Manaus, 27 de Junho de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

PRODAM leva internet aos visitantes da Reserva Ducke e ao Museu da Amazônia

Após anos enfrentando problemas de conexão de rede e Internet, o Museu da Amazônia (Musa), localizado dentro da Reserva Ducke, no bairro Cidade de Deus, na Zona Leste de Manaus, recentemente passou a contar com internet wireless (sem fio) em suas dependências. A iniciativa faz parte do programa Amazonas Digital, que disponibiliza internet gratuita em locais públicos e de grande circulação de Manaus, como PACs, praças e escolas estaduais.

O diretor adjunto do Musa, Álvaro Roberto Moraes, conta que a partir de agora os monitores, pesquisadores e, principalmente, os visitantes do museu poderão usufruir da novidade e que isso deverá contribuir para a aproximação do público. “O acesso à internet promove inclusão e proporciona acesso ao conhecimento”, comentou Moraes.

De acordo com Fábio Amoedo Junior, integrante da Supervisão de Redes de Longa Distância da PRODAM, o sistema de comunicação wireless é uma das formas mais eficazes de permitir que um grande número de usuários possa navegar na web, ao mesmo tempo, tendo assegurada a qualidade da navegação.

Com a implantação da tecnologia, os usuários passaram a acessar a internet, por meio de dispositivos móveis pessoais, como celular, tablet e notebook. “Ao localizar a rede wireless do Amazonas Digital, basta que o usuário faça o cadastro inicial, fornecendo os dados solicitados”, explicou o analista de TI da PRODAM.

Atualmente, existem em Manaus 22 locais públicos, onde a população pode acessar gratuitamente o sinal do Amazonas Digital, entre eles, Centros de Convivência, PACs e praças. O projeto, executado pela PRODAM e desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), foi criado com a missão de promover a inclusão digital junto às populações sem acesso aos recursos de tecnologia da informação e comunicação.