Manaus, 24 de Junho de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Bombeiros usam nova versão do Sistema de Folha de Pagamento, ProdamRH, já com novos contratados

60O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBM-AM) utilizará, a partir desse mês, uma nova versão do sistema de Cadastro de Folha de Pagamento e de Pessoal (CFPP), software de gerenciamento desenvolvido pela PRODAM. A ferramenta, que agora se chama ProdamRH, está sendo utilizada pela comissão de concurso da corporação para cadastro dos 420 novos servidores que foram aprovados em 2009 e acabaram de ser nomeados.

A meta, segundo o diretor de pessoal do CBM, Coronel Rodrigues, é expandir o sistema para toda a corporação. “O sistema, realmente, oferece muitos recursos. Temos uma avaliação positiva em relação ao novo software, por isso estamos iniciando novos treinamentos junto a PRODAM para passar essas funcionalidades para toda a equipe”, ressalta.

Além de processar e gerenciar as folhas de pagamentos, integrando-as junto ao setor financeiro, o ProdamRH ainda permite a criação de cadastros diversos e de indicativos de reajustes. Ele também fornece relatórios para efetivação do pagamento e de prestação de contas. “É uma ferramenta com múltiplas funcionalidades ideal para o setor público porque um dos seus principais objetivos é manter o cadastro dos servidores (matrícula única). Certamente irá agregar benefícios para à gestão de pessoal do CBM”, destaca o diretor presidente Tiago Paiva.

Responsável pelo desenvolvimento do sistema, o supervisor de sistemas de RH, Pedro Carvalho, explica que o software proporciona uma rotina de geração automática de movimentos para folha de pagamento, de acordo com um percentual de reajuste salarial, e inclui também a possibilidade de fazer simulações de percentuais de reajuste. “O grande diferencial do novo sistema é o acesso a todas as páginas do Diário Oficial de cada servidor. Outra vantagem é que o servidor público pode ter acesso ao contracheque através de recursos online. Por meio do software, o cliente ainda poderá emitir arquivos da Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF), obrigação tributária acessória devida por todas as pessoas jurídicas, e da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)”.

O ProdamRH também está sendo utilizado pela Fundação de Medicina Tropical (FMT) e pela Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead). “O software pode integrar-se ao antigo sistema, sem dificuldades. Por isso, todos os órgãos que utilizam o CFPP estão aptos a utilizar a nova versão”, pontua Pedro Carvalho.