Manaus, 27 de Abril de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Profissionais de TI se reúnem em Vitória durante 123ª Roca

Foto Oficial 123 Roca

Foto oficial do evento

A 123ª Reunião Ordinária dos Conselhos de Associadas (Roca) da ABEP – Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação, que aconteceu hoje, no Sheraton Vitória, contou com a presença de Aminthas Loureiro Jr, Secretário Estadual de Gestão e Recursos Humanos do Espírito Santo.

O secretário abriu o evento enfatizando três pontos fundamentais para os avanços  na TIC na esfera pública: celeridade, para prestar o melhor e mais ágil serviço aos cidadãos; sustentabilidade, que não pode ser vista como modismo, mas como uma questão de sobrevivência; e transparência,  que foi apontada como um dos maiores compromissos que se pode ter com a sociedade. Na opinião de Loureiro Jr. o maior desafio não é diretamente a criação de novas tecnologias, e sim o ato de convencimento das pessoas, uma mudança cultural.

O secretário terminou agradecendo a dedicação do Prodest e da ABEP no compromisso com a tecnologia em prol do cidadão. O maior desafio não é diretamente a criação de novas tecnologias, e sim o ato de convencimento das pessoas, uma mudança cultural.

Durante o encontro  o presidente da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), Ezio Prata Faro,  assumiu o cargo de vice-presidente de gestão da ABEP no lugar de George Henriques, ex-presidente da Codata. Outros assuntos internos foram debatidos, entre eles, o planejamento estratégico da ABEP 2013/2014.

A Roca contou ainda com a presença de Reinaldo Pargas, gerente geral de tecnologia do Comitê Organizador da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. O executivo falou sobre como as empresas de TIC podem ser importantes parceiros para a realização da Copa do Mundo com sucesso. “A aproximação da FIFA com as entidades de TIC  será fundamental para a entrega e qualidade dos serviços para a Copa Mundo, entre eles, a infraestrtura de transmissão”, afirmou.

Outros destaques do evento foram a apresentação de um vídeo sobre o SECOP 2014, que acontecerá de 28 a 30 de maio, em Foz do Iguaçu, no Paraná, com o apoio da CELEPAR, além do lançamento do novo site da ABEP e da nova logomarca.

Sobre a ABEP

Criada em 1977 a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação – ABEP é uma entidade de apoio institucional às associadas e atua na promoção e fortalecimento da cooperação entre elas. Entre seus principais objetivos estão: fomentar a informática pública como ferramenta de aumento de produtividade do Estado, disponibilizando informações e serviços no atendimento ao cidadão; integrar e compartilhar esforços e recursos da informática e informação entre os Estados, e desses com os governos Municipais e Federal; difundir a tecnologia nacional, representar e defender os interesses da Informática Pública; manter intercâmbio com associações congêneres nacionais e internacionais e cooperar com os organismos encarregados da formulação política, padrões e normas de informática.

A ABEP promove reuniões e divulgações de informações, em seus três fóruns setoriais: Conselho de Associadas, Fórum de Diretores Administrativos-Financeiros e Fórum de Diretores Técnicos. Atua ainda na realização anual do SECOP – Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública e do Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (Prêmio e-Gov), bem como no intercâmbio com entidades públicas e privadas na promoção e disseminação de soluções junto à comunidade além de ser também uma referência na elaboração de leis e normas para a informática.

Sobre as Associadas

As entidades, associadas da ABEP, atuam na busca da modernização administrativa, aliada à qualidade e produtividade dos serviços que os governos estaduais prestam à sociedade em setores como os de educação, saúde, transportes, segurança pública, habitação, entre tantos outros. Estruturadas como sociedades de economia mista ou outra forma jurídica de organização, as entidades estaduais de informática procuram, constantemente, a reciclagem tecnológica, apresentando as melhores soluções ao administrador público no seu processo diário de tomada de decisão, contribuindo para a racionalização dos serviços prestados a comunidade.

Por ABEP