Manaus, 23 de Setembro de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

TCE aprova as contas da PRODAM sem ressalvas

Pelo segundo ano consecutivo, a PRODAM teve suas contas aprovadas por unanimidade e sem ressalvas pelo pleno do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM). O resultado foi divulgado no dia 23 de julho no Diário Oficial Eletrônico do TCE.

Conforme explica o assessor da Presidência Haddock Petillo, o resultado positivo mostra uma evolução significativa nos processos internos da empresa. “A PRODAM evoluiu muito com relação ao controle e aperfeiçoamento dos seus processos internos, principalmente com relação aos processos de licitação e contratos com fornecedores. Hoje, todos os documentos de processos licitatórios são minuciosamente avaliados, catalogados e arquivados. Esse trabalho tem ajudado muito na auditoria”, explicou.

Haddock destacou também que a empresa alcançou esse resultado graças à ação planejada e coordenada de um grupo de trabalho que envolveu a comissão de licitação, pregoeiros, contratos com fornecedores e assessoria jurídica. “Para diminuir o número de restrições, o grupo de trabalho analisou todos os problemas detectados em auditorias realizadas nos últimos seis anos, para que os mesmos erros não se repetissem. Além disso, com o apoio da Diretoria, foi investido em capacitação de pessoal, principalmente da equipe de pregoeiros”, destacou.

Como acontece a auditoria

Mensalmente a PRODAM presta contas ao TCE por meio do sistema ACP – Análise de Contas Públicas, gerido pelo Tribunal. Neste relatório mensal seguem informações sobre todos os processos administrativos da empresa durante aquele mês específico. Haddock explica que todos os dados inseridos no sistema ACP são minuciosamente revisados para que não ocorra nenhum erro, já que a fiscalização atualmente é muito mais rigorosa.

Após o fim do ano fiscal, que no caso da PRODAM é no dia 31 de dezembro, o relatório do exercício anual é enviado ao TCE, que cerca de um mês após o envio, dá início à auditoria. Inspetores vêm até a empresa para checar a conformidade dos processos internos. Esse ano a auditoria foi realizada no mês de abril.