Manaus, 21 de Agosto de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Sistema de supletivo eletrônico beneficia mais de 13 mil pessoas

O Sistema Eletrônico de Avaliação (SEA), desenvolvido pela PRODAM e utilizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), possibilitou a regularização escolar de 13 mil pessoas somente na última edição de Provão Supletivo Eletrônico realizado em janeiro. O balanço foi divulgado pela Seduc.

O provão foi aplicado simultaneamente em 70 escolas públicas estaduais da capital. Ao todo, o serviço atendeu a 13.041 pessoas, das quais 4.136 inscreveram-se para realizar as provas com a finalidade de obter a certificação em ensino fundamental e outras 8.905 em ensino médio.

Com essa amplitude, o serviço foi oferecido pela primeira vez pelo Governo do Estado procurando beneficiar à população adulta que necessitava do certificado de conclusão de ensino.

Segundo a gerente de Educação de Jovens e Adultos da Seduc, professora Tereza Praia, embora o serviço seja realizado rotineiramente pela Secretaria no decorrer no ano – com provas realizadas na própria sede da Seduc – o ‘Provão’ foi uma estratégia pensada para atender de maneira mais abrangente à população. “O Provão deste ano foi aplicado com sucesso e teve como objetivo atender de forma ampla à população, que teve à sua disposição 70 postos espalhados em Manaus”, disse a gerente.

Tereza Praia informou que os 13.041 atendimentos resultaram na realização de 70.044 provas, uma vez que os candidatos, no ato da inscrição poderiam optar pelo número de disciplinas que gostariam de concluir por meio do supletivo. “Esse total de provas é gerado por conta dos componentes curriculares lecionados no ensino fundamental e médio”, explicou.

As provas foram realizadas em formato eletrônico em laboratórios de informática de 70 escolas e a iniciativa foi possibilitada pelo esforço conjunto de diversos departamentos do órgão, envolvendo a Gerência de Educação de Jovens e Adultos (Geja/Seduc), a Gerência de Sistema de Informação (Gesin/Seduc), além da PRODAM.

Para garantir o sucesso do serviço oferecido, aproximadamente 350 pessoas, entre coordenadores, servidores, técnicos, gestores escolares e voluntários participaram do processo, contribuindo para que todos os 13.041 candidatos fossem atendidos, com especial atenção aos idosos e portadores de necessidades especiais.

Sobre o SEA

O Sistema Eletrônico de Avaliação foi desenvolvido pela Supervisão de Sistemas de Educação da PRODAM e permite a avaliação eletrônica do exame supletivo realizada por jovens e adultos. O SEA utiliza a tecnologia TouchScreen (também conhecida no Brasil como tela sensível ao toque). O aluno realiza uma avaliação eletrônica, escolhendo as opções de respostas com apenas o toque na tela. Essa nova ferramenta substitui as tradicionais provas manuscritas e fornece ao candidato o resultado imediato da prova.

O aplicativo já recebeu dois prêmios nacionais. Em 2011 ganhou o Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov). Já em 2012 o SEA foi o grande vencedor do prêmio do Congresso de Informática e Inovação na Gestão Pública (CONIP), na categoria “Administração Pública Eficiente e Eficaz – Aplicações voltadas para o Cidadão”.

Com informações da Seduc