Manaus, 23 de Setembro de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Hotsite da Fapeam, desenhado pela PRODAM, oferece acesso a relatos de pesquisadores

Perto de completar dez anos de atuação, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) abre um canal de comunicação entre a comunidade científica e a população em geral, com a criação do hotsite “Conte a sua história”. No espaço virtual, que já está disponível para acesso do público, as pessoas podem conhecer as experiências dos pesquisadores que tiveram projetos de pesquisa financiados pela instituição, no decorrer dos últimos dez anos. O hotsite foi desenvolvido pela PRODAM, atendendo a modernos padrões de segurança da informação e qualidade, para que internautas e pesquisadores possam ter acesso fácil e rápido.

A diretora presidente da Fapeam, Maria Olívia Simão, explica que a proposta da iniciativa é, neste período comemorativo, compartilhar as experiências de sucesso dos pesquisadores bolsistas da Fapeam, que ajudaram a consolidar o trabalho de incentivo e fomento da instituição, voltado para o desenvolvimento científico e tecnológico do Amazonas. Os pesquisadores que desejarem compartilhar experiências podem acessar o endereço e contar suas histórias.

O programador da PRODAM, Daniel Goettenauer, responsável pelo desenvolvimento do hotsite, destaca que a página é um espaço de fácil navegação e permite que os pesquisadores possam enviar os relatos, de forma bastante simples. O publicitário e bolsista do Programa de Apoio à Divulgação da Ciência – Comunicação Científica da Fapeam, Rômulo Porto, coordenador do projeto, frisa que basta responder a um formulário informando a instituição a qual está vinculado atualmente, acrescentar o endereço eletrônico, o Currículo Lattes e escrever a história, na página do hotsite, em texto sem limite de caracteres. O pesquisador poderá, também, postar até três fotos e anexar documentos digitalizados.

Porto ressalta que a proposta é construir, ao longo deste ano, um banco de registros com a partir dos relatos enviados por pesquisadores que tiveram ou ainda têm vínculo com a instituição. “É uma forma de contarmos essa história, com a participação de muitos autores, que fazem parte da trajetória institucional”, afirmou. A Fapeam completa dez anos de fundação no mês de maio.

Por três comunicação