Manaus, 26 de Abril de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Preparativos para a 9ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia se intensificam no AM

Os preparativos para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) no Amazonas, a ser realizada no período de 15 a 21 de outubro, seguem em ritmo acelerado. Considerado o maior evento da área, a SNCT é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). No Amazonas, é coordenada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI-AM).

O grande desafio do Amazonas, nesta edição, é superar a marca recorde de atividades realizadas em 2011, quando o Estado ficou em segundo lugar no ranking nacional, totalizando 2.209 ações.

Agora a meta é superar esses dados. Os trabalhos de organização estão intensos. Para a realização do evento, a SECTI-AM já conta com cerca de 50 instituições parceiras. As ações voltadas à difusão do conhecimento serão realizadas em diversos lugares da capital e nos 61 municípios do interior do Estado, a exemplo do que ocorreu em 2011.

Mascote do evento

Pela primeira vez, a SNCT no Amazonas terá uma mascote oficial. O estado é o único do país que possui um personagem representativo do evento.

Para a escolha do nome do personagem, a Secretaria decidiu promover o concurso Economia verde, Erradicação da pobreza e Sustentabilidade. A escolha do nome da mascote é uma das três modalidades do concurso. As outras duas compreendem Redação e Desenho.

Podem participar alunos dos ensinos médio e fundamental de escolas públicas e particulares. As inscrições serão efetuadas na própria escola.

Informações sobre premiação e inscrições, confira o site da SECTI.

PRODAM na Semana de Ciência e Tecnologia

Este ano a PRODAM vai participar do maior evento nacional de popularização da ciência e da tecnologia. 

Durante a semana do evento, a PRODAM vai receber a visita técnica de alunos de escolas da rede estadual. A ideia é divulgar a estrutura de tecnologia da empresa. Além disso, técnicos da PRODAM vão ministrar palestras sobre o Amazonas Digital nos municípios do interior que utilizam o serviço.

Com informações da SECTI