Manaus, 22 de Setembro de 2017
Call Center: 0800-0922626 / (92) 2121-6490

Ronda no Bairro já é realidade na zona centro-sul de Manaus

Com a implantação do Programa, a zona centro-sul de Manaus
passa a contar com 672 policiais, quatro Distritos Integrados
de Polícia (DIPs) e 138 viaturas (64 veículos quatro rodas e 74 motocicletas)
 

Os bairros que compõem a zona centro-sul de Manaus já estão recebendo a cobertura do programa Ronda no Bairro. Na manhã desta quinta-feira, 26 de julho, o governador Omar Aziz fez o lançamento do programa, que leva a polícia para mais perto da comunidade, no Centro Social Urbano (CSU) do Parque Dez, ocasião em que foi anunciado o aumento em mais de quatro vezes no efetivo policial da área. A região, com população aproximada de 160 mil habitantes, passará a contar com 672 policiais (561 militares e 111 civis), incremento de mais de 400% sob os 150 (112 militares e 38 civis) que antes atuavam naquela área.

O número de Distritos Integrados de Polícia (DIPs) também salta de um para quatro e o de viaturas de 22 para 138 (64 veículos quatro rodas e 74 motocicletas). “Estamos fazendo um grande esforço para colocar policiamento ostensivo na rua e melhorar a qualidade da segurança pública, porque a população se sente mais segura quando a polícia está por perto. Não é fácil. Se fosse, todo o Brasil já teria resolvido esse problema, mas estamos nos esforçando e espero que a gente consiga diminuir a violência, combatendo com rigor o tráfico de drogas”.

O programa Ronda no Bairro tem investimentos que já somam aproximadamente R$ 300 milhões, segundo o governador, o maior já feito no Estado de uma única vez. “Aumentamos o efetivo, melhoramos os salários e as condições de trabalho. Não faltam mais viaturas, equipamentos, armamentos, coletes e estrutura física adequada para os policiais trabalharem. Com esse reforço, se espera uma cobertura ampla e a presença constante da polícia junto à comunidade, atuando na prevenção ao crime”.

A zona centro-sul está inserida na segunda etapa de implantação do projeto, iniciada quinta-feira passada, dia 19, na zona leste. Segundo o governador Omar Aziz, até o fim de setembro toda a cidade estará coberta pelo programa, com a implantação nas zonas sul, oeste e centro-oeste.

Abrangência – Com o lançamento do Ronda no Bairro na zona centro-sul, o programa alcança aproximadamente 1,260 milhão de pessoas na cidade, dois terços da população da capital, que possui 1.832.423 habitantes. O Ronda no Bairro já atua na zona norte, que possui cerca de 600 mil moradores, na leste, com 500 mil e, agora, na zona centro-sul, com 159,9 mil habitantes.

A nova estrutura de segurança na zona centro-sul vai cobrir uma área 3.671,7 hectares, correspondente a 1.564 logradouros em dez bairros – Parque Dez, Flores, Novo Aleixo, Adrianópolis, Aleixo, Nossa Senhora das Graças, São Geraldo e Chapada – e uma parte da Cidade Nova e Dom Pedro incluídas na área de abrangência dos Distritos Integrados de Polícia (DIPs). A área foi dividida em 25 setores, sendo que cada um terá uma ronda policial fixa com 18 policiais, amparados por uma viatura embarcada com câmeras internas e externas, tablets para registrar ocorrência, GPS, e outras tecnologias, além e duas motocicletas, atuando no policiamento ostensivo 24 horas por dia.

Interação com a comunidade – Cada viatura que cobre o setor possui um número específico de telefone para o qual o morador da área deve ligar e denunciar a ocorrência. Os moradores recebem um folder explicativo no qual consta o número do telefone com a foto dos policiais. As chamadas também podem continuar sendo feitas para o número 190, que continua ativo. “Com a nova estrutura vamos poder aumentar a abrangência e dar mais eficiência à cobertura policial”, observou o secretário estadual de Segurança Pública, coronel PM, Paulo Roberto Vital.

Anteriormente ao programa, a zona centro-sul contava apenas com o 12º DIP, na avenida Nilton Lins. O Governo do Amazonas está construindo três novas unidades que vão abrigar o 16º DIP, na avenida Via Láctea, bairro do Aleixo, o 22º DIP no antigo Parque Amazonense, em São Geraldo, e o 23º DIP, na rua Mozart Guarnieri, no Parque Dez. Enquanto as obras não são entregues, os três DIPs funcionarão em locais provisórios – o 23º DIP no CSU do Parque Dez e o 22º e o 16º em um prédio na avenida André Araújo, no Aleixo, próximo ao Ciops. Para reforçar a estrutura desses locais, foram instalados contêineres com toda a estrutura de mobiliário, equipamentos, ar condicionado e banheiros.

O secretário-executivo adjunto do Ronda no Bairro, tenente-coronel Amadeu Soares, explica que não haverá nenhum prejuízo para a população. “Estamos montando a estrutura administrativa para o programa funcionar em toda a cidade até que as obras fiquem prontas, enquanto isso, a população de Manaus já estará tendo os benefícios de ter o programa implantado”, informou.

Como já acontece nas zonas norte e leste, onde o Ronda no Bairro está implantado, a zona centro-sul também ganhou uma central de flagrantes, no 12º DIP, no Parque das Laranjeiras, onde ficarão os detidos.

Por Agecom